A pecuária brasileira ocupa lugar de destaque na produção mundial, sendo referência na produção de leite e produção de carne. A carne brasileira é considerada de primeira qualidade e a pecuária leiteira é vista como exemplo para muitos países criadores de gado leiteiro. A pecuária no Brasil se desenvolve em dois tipos de manejo: pecuária intensiva e pecuária extensiva.

 

Os dois tipos de manejo podem ocorrer de forma mesclada, sendo semi intensivo ou semi extensivo. Estes sistemas podem ser utilizados tanto na pecuária de corte, quanto na criação gado leiteiro.

 

No manejo intensivo , o gado corte e gado leiteiro  são criados em confinamento, ou seja, os animais são colocados em uma área restrita onde recebem água e a quantidade ideal de alimento, assim o ganho de peso é potencializado e acontece em menos tempo.

 

No manejo extensivo, o gado é criado em pasto. É o sistema mais utilizado no Brasil sendo mais indicado para a produção de carne bovina e é mais econômico que o confinamento.

 

A pecuaria brasileira é formada por um rebanho que tem como principais raças o gado nelore, gado gir e gado Brahman.