Saúde

Conjuntivite transmite debaixo d’água

É de comum sabedoria que a conjuntivite é  uma doença ocular altamente contagiosa, por isso se torna epidemia tão rápido. Ela é transmitida por fungos e bactérias e todo cuidado é pouco quando alguém perto de nós está com a doença.

Com a chegada do verão e os dias quentes, as pessoas adoram aproveitar para usar piscinas e mergulhar, mas você sabia que a conjuntivite transmite até debaixo d’água? Pois é, se uma pessoa com conjuntivite mergulhou naquela piscina é bem provável que você se contagie também.

A melhor forma de prevenir a conjuntivite nesse caso é usar os óculos de natação ou mergulho daqueles bem fechados quando for nadar em alguma piscina pública. Ele pode incomodar um pouco, mas será por uma ótima causa.

Não se esqueça de usar os óculos solares com proteção UVA e UVB quando não estiver na piscina, eles também ajudam a prevenir diversas doenças oculares, até mesmo a conjuntivite, além de deixar seu visual mais estiloso.

Em caso de dúvidas procure uma clínica oftalmológica e converse com o oftalmologista.

Tipos de glaucoma

Glaucoma é uma doença ocular que se atinge principalmente as pessoas a partir dos 40 anos de idade.

Quando os sintomas do glaucoma aparecem, provavelmente o paciente já sofreu lesão de fibras do nervo óptico, que é irreversível, por isso é importante visitar o médico oftalmologista com frequência para se obter um diagnóstico precoce.

Os tipos de glaucoma podem ser: glaucoma agudo (a pessoa apresenta uma grande dor ocular, que podem ser acompanhadas de vômitos, raro); glaucoma crônico (mais comum) ou glaucoma secundário (proveniente de outras doenças).

tratamento do glaucoma é feito com colírios hipotensores e/ou cirurgia.

A prevenção é o melhor remédio, por isso visite seu oftalmologista com frequência.

 

Cirurgia de Hipermetropia

Miopia e hipermetropia são doenças da visão que se assemelham bastante, no entanto uma sendo o contrário da outra.

Hipermetropia é o nome dado ao erro de focalização da imagem no olho, fazendo com que a imagem seja formada após a retina. Isso acontece porque o olho do hipermetrope é um pouco menor que o normal. Outras causas da hipermetropia são quando a córnea e cristalino apresentam alterações em seu formato, diminuindo seu poder refrativo, como em casos de pacientes com megalocórnea, que é a córnea ser mais plana do que deveria.

O hipermetrope, ao contrário do míope, apresenta boa visão ao longe, mas focalizar imagens próximas é algo mais complicado. Assim, se apresentam como sintomas de hipermetropia o desconforto visual, geralmente referido como cansaço ou dor de cabeça, além de lacrimejamento ocular.

O profissional que realiza o diagnóstico da hipermetropia é o médico oftalmologista (também chamado de oculista) que, por meio de exames, indica como forma de tratamento de hipermetropia o uso de lentes convergentes ou convexas, que tem a função de convergir a luz para a retina, onde vai se formar a imagem, através do uso de óculos e lentes de contato.

Havendo indicação médica, pode ser realizada como tratamento de hipermetropia a realização de cirurgia refrativa, que faz uso de laser, moldando a córnea para ajuste do grau da pessoa.

Cirurgia refrativa

A cirurgia refrativa a laser é feita em casos de miopia, hipermetropia e astigmatismo. Para entender como é a técnica usada para a essa cirurgia, é necessário se informar que existem duas lentes no olho humano, a córnea mais externa e o cristalino mais interno, as duas harmônicas e responsáveis pela focalização da imagem na retina. Ao longo da cirurgia refrativa é feita uma moldagem na córnea com o intuito de ajustar (melhorar) o grau da pessoa.

A cirurgia refrativa a laser é indicada quando o paciente não quer mais depender de óculos ou lentes de contato, progredindo sua qualidade de vida e até mesmo a autoestima.

Existem, em tese, dois tipos de cirurgias refrativas: a PRK, onde é realizada uma desestatização corneana, e logo em seguida a aplicação do laser e a colocação de uma lente de contato terapêutica. O pós-operatório dessa técnica é mais incômodo, e o ajuste de grau é um pouco mais demorado, porém, apresenta maior segurança em longo prazo.

Já no procedimento chamado de Lasik, é feito uma delaminação corneana, seguida do levantamento de uma flap e a aplicação do laser. Nessa técnica o pós-operatório é quase sem complicação e o ajuste do grau é rápido.

O paciente que se interessar por alguma dessas técnicas, deve procurar um especialista para a realização do pré-operatório, que indicará se ele está apto para realizar a cirurgia.

Você pode gostar:

Cirurgia de miopia

Doenças oculares em cães

Tudo sobre glaucoma

Referente a um acumulado de doenças oculares que provocam agravantes no nervo óptico, nervo que carrega informações visuais do olho até o cérebro, o glaucoma em alguns casos resulta num aumento da pressão ocular, também conhecida como pressão intraocular.

O glaucoma é a segunda maior causa de cegueira nos EUA. No todo, existem quatros tipos principais de glaucoma: o glaucoma de ângulo aberto (crônico), o glaucoma de ângulo fechado (agudo), o glaucoma congênito e o glaucoma secundário.

Sintomas de glaucoma

Um dos sintomas mais comuns dessa doença é a perda da visão periférica no início. A princípio a perda é sutil, e pode não ser notada pelo paciente. Perdas moderadas a severas podem ser percebidas pelo paciente através de exames atentos da sua visão. Se a patologia não for tratada, o campo visual se estreita cada vez mais, obscurecendo a visão central e progredindo a cegueira do olho afetado. A perda visual causada pelo glaucoma é irreversível, mas pode ser prevenida, atrasada ou estabilizada por meio de tratamentos.

O glaucoma tem cura?

Apesar da pressão intraocular alta não ser a única causa do glaucoma, até o momento diminui-la é o principal tratamento. Para diminui-la é preciso o uso de medicamentos, em geral, colírios. Caso não diminua com o uso desses medicamentos, um procedimento cirúrgico poderá ser indicado, tanto a cirurgia a laser (trabeculoplastia) quando a tradicional (trabeculectomia).

Você pode gostar:

O que é ceratocone?

O que é miopia?

Alimentos que fazem bem para os olhos

Alimentos que fazem bem para os olhos

Procurar uma Clínica Oftalmológica é sinal de que a sua saúde dos olhos não está muito bem, e é complicado ter que passar por tratamento ocular, nem que sejam feitas pequenas cirurgias. Como todos os médicos dizem: “O melhor tratamento é a prevenção”, e com os olhos não é diferente.

Existem alimentos que fazem bem para os olhos e nem tomamos conta disso. É essencial buscar alimentos ricos em Ômega 3, além de ter uma série de cuidados com a visão. Abaixo seguem alguns alimentos que são essências para nossos olhos.


Cenouras e Alimentos de Cor Laranja

Existe o velho ditado popular que a cenoura faz bem aos olhos porque os coelhos não usam óculos. Apesar da brincadeira e sem muito embasamento nutricional, essa afirmação é verdadeira. Sendo que ela contém o percursor da Vitamina A, que é essencial para a visão.

 

Folhas Verdes

Se você não quer ter catarata  quando tiver velho, uma boa dica é abusar das folhas verdes. As folhas verdes contém antioxidantes essenciais para preservar a visão.


Ovos

Ovos contém muito Zinco e proteína. O Zinco é um dos principais nutrientes para evitar a Degeneração Macular Relacionada a idade, que é um dos grandes causadores da cegueira em idosos.


Frutas Vermelhas e Cítricas

Vitamina C é excelente para a saúde dos olhos! Ela contém nutrientes que ajudam a evitar a catarata e também a Degeneração Macular Relacionada a Idade. Além de reduzir a pressão intraocular, atenuando patologias como o Glaucoma.


Peixe

O peixe é um alimento rico em Ômega 3. Eles contém ácidos Graxos que ajudam na estabilização da saúde dos olhos. As espécies indicadas são Salmão, Atum e Anchovas.

Se você quer evitar grandes intervenções clínicas, tais como a Cirurgia Refrativa. É essencial que invista em uma dieta equilibrada com os alimentos citados acima. Mas se sentir qualquer incomodo, procure um oftalmologista.

 

Você pode gostar:

Tratamento para Conjuntivite

Catarata Congênita

Terçol ou Calázio

Terçol ou Calázio?

As lesões das pálpebras são chamadas, na maioria das vezes, de terçóis. Porém, essa definição muitas vezes é equivocada, já que nem sempre uma inflamação na pálpebra é um Terçol. Pode ser que seja um Calázio, Conjuntivite e até mesmo sinais de Hipermetropia.

O que é um Terçol?

O terçol é uma inflamação nas glândulas Zeis e Mol. Geralmente, essa lesão fica próxima às bordas (próximo aos cílios). Essa doença é causada por bactérias e na maioria das vezes some naturalmente.

O que é um Calázio?

Um Calázio é uma lesão mais séria. Ela não é produzida por bactérias e às vezes some sozinho, assim como o Terçol. A diferença é que o Calázio pode causar Glaunuloma e provocar problema de Refração. O tratamento do Calázio pode ser feito por calor úmido ou colírios.

O que fazer quando sentir algum incomodo nos olhos?

Se sentir algum incomodo no olho, procure um oftalmologista. Essa sua doença pode se um Calázio, Conjuntivite ou até mesmo sinais de Hipermetropia. Hoje em dia, a oftalmologia está muito avançada e várias doenças podem ser facilmente identificadas e tratadas – e se necessário, o paciente passa até por uma Cirurgia Refrativa – que apesar de ser complexa, não causa riscos ao paciente.

 

Você pode gostar:

Degeneração Macular relacionada a idade

Teste de Visão

Óculos de Grau ou Lentes de Contato?

 

 

 

Osteopatia Postural

O homem é a única espécie que é bípede. Esse fato é um ponto positivo para a maioria das atividades, mas não para a postura. No início do século XX, Charles Bell desenvolveu um estudo a partir de como o ser humano consegue ficar de pé sem prejudicar a sua coluna.

A postura do homem é agredida muitas vezes por um sentar errado ou até mesmo o caminhar. Para isso existe a Osteopatia Postural, que é capaz de reverter o processo de lesão na coluna e postura. A Osteopatia trabalha de forma diferente da fisioterapia convencional, já que ela busca a restauração de características vitais a partir da estimulação.

Mas lembre-se, procure apenas osteopatas que sejam confiáveis. A Osteopatia é uma técnica séria e vem ganhando cada vez mais profissionais e adeptos. Mas para isso, é necessário que o profissional tenha passado por Cursos de Osteopatia, um curso que vem ganhando espaço no mercado é o Curso de Manipulação Miofascial. Outro fator importante é que e osteopata conheça todos os tipos de Osteopatia, como a Osteopatia Visceral.

 

Você pode gostar:

Cursos de Osteopatia

Postura correta para Sentar

Hérnia de Disco

 

Sintomas da Miopia

O principal sintoma da miopia que as pessoas percebem é a dificuldade para enxergar de longe. Geralmente as pessoas com miopia não sentem dificuldade para enxergar de perto.

Os míopes com alto grau de miopia necessitam aproximar muito os objetos para enxergá-los, por isso a miopia se torna tão incômoda para quem a possui.

A visão à distância fica embaçada e dificulta muito enxergar detalhes e até mesmo reconhecer objetos e pessoas, obrigando assim, a pessoa apertar os olhos e forçar sua visão para enxergar.

Ao perceber o sintoma da miopia, procure seu oftalmologista para que ele recomende o tratamento adequado.

Geralmente o tratamento da miopia se dá através de lentes corretivas como óculos de grau ou lentes de contato e dependendo do caso, há até mesmo cirurgias.

O que é miopia?

Muitas pessoas têm, mas poucas sabem o que é miopia. A miopia são erros de refração que afeta a visão ao enxergar à distância. A miopia ocorre quando a imagem não foca diretamente na retina, mas à frente dela.

Os sintomas da miopia são: dificuldades para enxergar com nitidez objetos ou coisas que estão longe, visão à distância embaçada, dificuldade para dirigir, assistir TV, etc.

míope geralmente percebe melhora na visão ao “apertar” os olhos, quase fechando, para forçar a visão. Porém a miopia deve ser corrigida através de óculos de grau, lentes corretivas ou cirurgia, pois ela pode causar muita dor de cabeça, lacrimenjamento e piorar cada vez mais a visão.

Ao perceber os sintomas da miopia, procure imediatamente um oftalmologista, para saber o tratamento adequado e corrigir este problema.

Sintomas da Catarata

Os principais sintomas da catarata são a visão embaçada, borrada ou turva, dificuldade para enxergar a noite ou em pouca luminosidade, sensibilidade à luz, surgimento de uma aura em volta dos focos de luz, dificuldade para ler, a aparência de que as cores estejam ficando mais amareladas.

Raramente o portador de catarata ainda pode ter visão dupla quando tenta enxergar com apenas um olho, a troca constante do grau dos óculos ou lentes corretivas.

Geralmente a catarata costuma surgir em pessoas com mais de 60 anos, que é quando ocorre o envelhecimento do cristalino.

Não existe um tratamento para catarata, a única forma de corrigi-la é através da cirurgia.

Se perceber alguns destes sintomas da catarata é muito importante que procure um médico oftalmologista com urgência, pois quanto mais cedo descobrir, melhor.

O que é Catarata?

Você já ouviu falar, mas sabe o que é catarata? A catarata é a opacidade parcial ou total do cristalino. Sua atuação é progressiva, começando com a diminuição da acuidade visual, mesmo com o uso de lentes corretivas.

A catarata pode ser congênita ou adquirida, mais comumente ocorre em pessoas acima dos 60 anos, quando ocorre o envelhecimento do cristalino. Ela pode ser adquirida devido ao auso de corticoesteróides, inflamações intraoculares, exposição aos raios ultravioletas, diabetes, etc.

Alguns dos sintomas da catarata são: a diminuição da visão, onde as pessoas começam observas as imagens duplicadas. Pode haver dificuldade para distinção de cores, frequente alteração do grau dos óculos, além de outros sintomas.

A única forma de corrigir a catarata é através de cirurgia.

 

Miopia Degenerativa

Miopia Degenerativa ou miopia progressiva é o nome dado quando a miopia apresenta um grau muito elevado, onde os olhos se apresentam alongados e dimensões aumentadas, aumentando assim seu grau.

Quando o grau de miopia torna-se superior a 6 graus, comumente ocorrem alterações na parte interior dos olhos, que necessitam ser acompanhadas por oftalmologista.

A miopia degenerativa tem como uma das principais características, o estafiloma posterior que é causado pelo aumento do volume do globo e a diminuição da espessura esclerótica.

Olho Seco

O olho seco nada mais é do que a ocasião de quando os olhos não estão umedecidos suficientemente, geralmente causados por pouca produção de fluído lacrimal. Quando piscamos, espalha-se uma película lacrimal sobre o olho, e se ela não for suficiente causa o olho seco que é mais suscetível a irritações. Olho seco é um dos casos mais comuns em clínicas de oftalmologia.

O olho seco pode ser causado por diversos fatores: a velhice, pois ao envelhecer a produção de lágrimas diminui, causas hormonais, falta de gordura no corpo, lentes de contato, tempo seco, tela de computador, etc.

Os sintomas do olho seco são: ardor nos olhos, coceira nos olhos, sensação de areia nos olhos, olhos irritados, olhos vermelhos, olhos lacrimejantes, visão turva (melhora ao piscar).

Para diagnóstico e tratamento do olho seco, deve-se consultar um oftalmologista, que receitará o medicamento adequado. Geralmente o tratamento é feito com colírio ou lágrimas artificiais.

A importância dos Óculos de Sol Infantil

Com a chegada do verão, muitos pais levam seus filhos pra se divertirem na praia ou no campo. Na hora da brincadeira se lembram de tudo, protetor solar, boias, boné, mas poucos se lembram dos óculos de sol infantil para proteger os olhos das crianças.

Os óculos de sol infantil são importantes para protegerem os olhos de raios ultravioletas que causam queima de retina e várias outras doenças nos olhos. Por isso ele é muito mais do que um acessório para deixar seu filho ainda mais bonitinho.

Ao escolher os óculos de sol infantil é muito importante averiguar sua procedência, pois os óculos de sol infantil falsificados, comprados em barracas de camelô ou ambulantes da rua ou da praia, além de não protegerem podem causar doenças ainda piores nos olhos.

Se você ainda tiver dúvidas de onde comprar óculos de sol infantil, recomendamos a Compre Óculos.

Na Compre Óculos você encontrará óculos de sol infantil de ótima qualidade e modelos lindos como os Atitude Kids 3050, Carrerinho 6, Atitude Kids 3052, Carrerinho 3, entre outros, que além de proteger os olhos da criança, deixa ela ainda mais linda para curtir o verão verdadeiramente protegido.

Go to Top